Liga Nacional de Parapente da Serra da Estrela
Noticias
Segunda, 28 Maio 2018 21:24
A pedido dos organizadores Wind e Clube Linhares da Beira, informamos que o evento denominado Liga Nacional - Festival de Parapente da Serra da Estrela, agendada para se realizar de 11 a 15 de Agosto se encontra cancelado.
 
Campeonato Europeu de Parapente 2016
Equipa Nacional
Segunda, 15 Agosto 2016 20:18

EP_2016_640

Está a decorrer em Krushevo (Macedónia) entre 8 e 20 de Agosto, o Campeonato Europeu de Parapente, estando presentes 150 pilotos em representação de 30 países.

A representação Portuguesa é assegurada por 5 pilotos, António Tabanez Fonseca, Carlos Lopes, José Rebelo, Nuno Virgílio, Paulo Silva e Rita Voguel e pelo Selecionador Nacional Luis Miguel Matos.

Và acompanhando a prova e os resultados através do site oficial e do Facebook da FPVL.

 
Liga Nacional de Parapente Linhares
Noticias
Quarta, 04 Julho 2018 22:53

36589654_10157265715498265_843830858845519872_nNo seguimento de uma candidatura apresentada por Paulo Coelho e em articulação com a FPVL, vimos anunciar o restabelecimento da prova da Liga Nacional de Parapente intitulada "Liga Nacional de Parapente Serra da Estrela", prevista no calendário para 11 a 15 de Agosto de 2018.


Este evento que terá lugar em Linhares, vai contemplar provas do tipo A, B e Lazer, sendo que a prova A, conta para a Liga Nacional de Parapente.

A direção

 
Equipa de Portugal de Parapente 2014
Equipa Nacional
Sexta, 18 Abril 2014 00:00
Caros companheiros.

Na figura de Selecionador da Equipa de Portugal de Parapente, venho prestar o esclarecimento quanto ás decisões e atividades da EP para 2014.

Como é do vosso conhecimento, o projeto EP na modalidade de Parapente, tem duas vertentes:

  • Seleção Nacional: Conjunto de pilotos selecionados para a participação de Portugal nos campeonatos FAI Cat1.
  • Equipa de Portugal: Conjunto de pilotos convocados para trabalhos com fins didático-desportivos nomeadamente, competição de alto nível.

Ao longo de diversos anos, este projeto assumiu diversos formatos e filosofias de trabalho, sempre de acordo com a orientação político-desportiva das respectivas direcções bem como, os poderes e filosofias dos vários selecionadores.

Como é compreensível, as decisões da direção e selecionadores, foram sempre condicionadas pelas condições financeiras, dependentes dos contratos programa do IDP.

Continuar...